Pular para o conteúdo principal

Postagens

Criando ironia ....

Nascemos.

Cortam nossa ligação direta….

Nos alimentam,

Nos vestem,

Nos cuidam,

E começamos a crescer.


E começa a poda.

Do florescer.

Porque criança boa é a quietinha,



Esperam que não se alimente,

Mais do leite,

E vão se esgueirando os nãos,

Não pode chorar,

Não pode birrar,

Não pode reclamar!

Cala boca moleque!


Vai crescendo,

Crescendo ,

Enrijecendo,

Precisa enfiar os porquês no bolso,

Mesmo que não tenha nenhum,

Porque é porque sim,


Sempre foi assim ,

Bota logo um fim.


Adulto frustrado,

Beberrão irritado,

A criança interior chapada.


Como sempre,

Ninguem tem paciência ,

Mas, todo mundo bota culpa no mais próximo.


Culpa da direita ,

Da esquerda,

Do partido vermelho,

É do comunismo!

Do neoliberalismo

Do sexo anal corrente,

De gente no poder fudendo o rabo da gente.


 Todo dia é dia de argumentos sem fim.

Mostram penis a crianças,

Enquanto quem amamenta faz a dança de esconder as tetas,

Tudo tem que ser explicado mesmo que alguem chore o fato.


Fica perdido procurando ninho de passarinho,

Postagens recentes

Corações ao chão

Andava eu,

com meu pequeno coração,

as vezes no bolso,

as vezes na mão,

um dia escorreguei,

e ele caiu no chão.



Encontrei você,

ah esse vazio,

esse vazio no seu sorriso?

Como poderei eu desconfiar,

sua alma parece limpa,

mas seu coração eu vi,

havia  partes pétrificadas ali.




Mesmo assim fingi não ver,

porque dentro eu queria querer.

E lá estava você esperando meu ser.




Eu olhando meu coração pulsando no chão,

vendo que sangue podia escorrer no vão,

mesmo com medo eu fui,

 indo de acordo com o vento,

deixando fluir pensamentos,

e ficando cego com a poeira.


Mas um dia titubeou,

eu vi, minha alma congelou,

Você pisou no meu coração,

fiquei em choque olhando para ele,

enquanto você perdia toda a noção,

do tempo do pensamento de tudo,

que me prometeste .


Agora tenho um coração,

parecido com o que tinha,

sei que ficou,

ficou por um tempo e

roubou coisas boas minhas.



Mas posso reconstruir,

qualquer coisa com o tempo.

Inclusive esquecer sua existência.

Me esqueça..........
















As vezes

Porque as vezes sobro,

Aos lados ,ao vento,

me sinto só,

e acho engraçado quando ao redor olho e tem as paredes,

Elas tão imóveis  me fazendo companhia.



Porque as vezes me espalho,

e não sobra muita coisa para juntar,

engraçado como me chateio,

Com coisas normais.

Força.

Eu pensava que era uma princesa,

Me tratavam assim,

e fui crescendo e as plumas uma a uma foram caindo,

Meus olhos claros começaram a ver alem de mim,

 e fui me perdendo...

As violências,as veladas as pancadas,

os xingamentos.



Eu finjo que esqueço e permaneço.


Mas no fundo, lá no fundo,

Uma guerreira se escondia,

A vida te dá escolhas,

Elas não são fáceis,

Mesmo as que dizem fáceis ,

são na realidade difíceis,

se escolho ir ou vir,

perder ou ganhar,

porque sempre há perda

como há ganho,

as vezes não há nada.



e andamos no sol escaldante
só nos enganando.



Posso mudar o corpo,

mas a alma contida, ainda é vítrea .

Eu quero seu apoio,

quero seu colo

ouvir que vai ficar tudo bem!

que não importa o que fiz até hoje,

e que me ama alem de tudo.



Não quero explicações sobre a minha aparência,

meu corpo não é tua piada,

Até porque ele é meu.



Toda vez que saio na rua

vou armada,

de esperanças nessa caminhada,

Mas os ventos andam fortes,

estão me levando,

 aonde ainda não fui,

Eu pensava que era u…

Laços.

São laços,

Amarrados,

minha vida a sua,

foram uma.


Está tudo  aqui no peito,

Tem uma linha que,

Puxa a minha alma para a sua,

Memórias....

Aquele dia-dia sem fim,

Discussões bobas,

Gozos profundos,lágrimas doídas,

Confiando,

Pratos se quebrando,

não se colando.

Foram anos....

Vivendo da mesma vida,

Acabou em parte,
Mas existiu, foi forte,

Te desejo boa sorte.

Criança Perdida

Toda vez que dou de cara,com as minhas inseguranças fico pensando o quanto minha educação tem peso nas minhas neuras.

Fica parecendo que eu faço drama em cima disso é que na realidade,eu não tenho segurança mesmo, em quase nada do que eu faço,eu só estufo o peito pego todo meu medo e boto ele nos ombros e enfrento as situações.

Por mais treino e estudo que eu tenha eu sempre acho que faço algo errado.



Eu não sei se estacionei nessa tecla.
De seja exemplo.

Mas até hoje,por mais terapia e esforço da minha parte eu sou a filha gorda,a relaxada a que nem conseguia manter o caderno limpo.

Eu tenho uma dificuldade extrema em organizar e manter as coisas limpas.

Eu mesma por mais que eu pense,que é mais que um exercício e que não tenho nenhum controle, eu penso eu crio histórias eu viajo na minha imaginação e mesmo assim eu não consigo lidar com o meu passado.
Nem as coisas que me foram ditas de forma repetida de ano em ano.

A verdade é que no meu coração gordo,qualquer pessoa só me ama se a…

Fingir ter paciência.

A verdade mais pura é e sempre foi somente,

que eu finjo

finjo ter paciência,

que aguento sua demência,

é tão,

difícil assim,

e será,


me aceitar?

eu não tenho mais positividade,


perdi também as polaridades,


uma parte de mim sabe que não tem precisão,


de tanto,


tanto,

convencimento que sempre acaba no vão,


não há como ninguém entender me,

 além de mim,

afinal é meu sangue sei sentir sim,


eu sei.... sei?

essa ladainha nunca tem fim


fingimos tão somente

mas as energias,

elas nunca mentem,

tenho cada dia,

cada dia ficado sem mais pilha,


uma parte minha quer te amar cegamente,


outra parte de mim quer sair correndo,


 sem olhar para trás,



mas é tão ruim se sentir assim,

a culpa me consome todo dia,

e eu sinto dor de antigamente,


ainda espero que passe e nos resolvemos de verdade ,


Será que tem dia escrito para resolver essas magoas todas,

sei que finge,

dói saber,

continuo sem paciencia,

porque perdi toda minha inocencia,

por você.



Escrita

Olho a placa!

Deixe seus sentimentos aqui antes de entrar!

Absurdo como vou separar meus sentimentos de mim!

Alguém perto da placa responde,sem ao menos ser pra ele,

Você tem todos seus sentimentos inteiros?

Não é confuso sentir tudo ao mesmo tempo?




Recorrer

E me esqueço,
Acabo lembrando o tempo todo,
Dói.

Não se esconde a verdade ,
Ela enxerida da as caras,
Quase sempre,
Todo mundo mente.

Essas cordas em volta do meu corpo que apertam,
Eu lembro que esqueço,
Assim posso respirar ,
Um pouco mais ,
Sinto saudades.

A idade não está trazendo o que esperava,
Buscava de algum modo entender,
Meu papel,
Mas ainda flutua,
Sem perguntas ,
Eu ainda soluço durante o choro,

As vezes queria que a morte me buscasse,
A vida dá dons nem sempre justos,
Enxergar além, não faz bem pra ninguém ,
Tem espaço da existência ,
Necessidade de ser algo palpável ,
 perdendo cada dia a essência ,
Tudo dói e não passa.

A vida está correndo descalça,
Por cima de cacos de vidro pegando fogo,
Eu contínuo esperando que algo ruim aconteça,
Na terça.

Dando ré

Não acredito mais em você ,

O mundo ruindo ......

E você contando virtudes em meio aos corpos,

A segregação .

Engraçado como não nos reconhecemos como da mesma raça,

Mesmo tendo sangue ossos e pele,

Somos diferentes!

Um grita no norte,

Somos melhores dos que vocês ,

O mundo é todo errado,

Sociedades são todas construídas e levantadas na castração humana,

Castram nossos desejos,nos mostram caminhos limitados de onde possamos ir,

Mas que temos que pagar a passagem,

Criar a melhorar imagem de nós mesmos,

Não se pode ficar deitado,
Nem se apegar ao passado,
Tem que limpar deixar fluir,

O ar vai ficando pesado,

Eu não gosto do jeito que pensa,

Mas tem que amar as diferenças,

Na humanidade tudo se resolveu com derramamento de sangue,

Tem gente demais no mundo somos formiguinhas ,

Trabalhando sofrendo ,chorando,

Sempre nos movimentando,

Eu não confio em você ,
Sem evolução sem ação ,
Com medo de um mundo cão ,
Você também não consegue ,
Me mostrar teu lado,
Está sempre tão cansado,
Sendo voc…

Argila

Tijolos são moldados,
Beijos são molhados,
Nos construímos em lágrimas e argila.
E encontramos gozo na alegria.

Dia ruim

As vezes não me sinto,

quem desligou meu botão de iniciar,

eu sinto no dia dia tudo apagar

cadê meus sentimentos?

eu empresto tristezas alheias,

porque quero chorar.

sinto frio no seio,

eu tive tanto medo da tristeza


ela se escondeu dentro de mim

eu sinto que ela prende pernas e braços


ela me amarra na cama,

mas quando ,quero conversar

ela se esconde de mim,

a nossa relação era tão intensa,

ela chorava eu chorava,

aceitação nunca chegava ,

o mundo batia,

sem piedade,

eu dizia vai ficar tudo bem

vai ficar tudo bem

porque no fim tudo fica bem.

a tristeza não aparece mais

porém tem vazio em seu lugar,

tristeza sei que é você

pode me soltar.

vai ficar tudo bem

ficar tudo bem.



Como é.

Ama teu próprio corpo,
Como ama aquele homem,
Sabe aquele empenho que usa para aceitar defeitos.

Alheios,
Pois bem ,seja feito.

Teu corpo vive dando notas de saudade,
Você pode não querer ver ou perceber,
Até mesmo tatear,
Ele te espera sempre no mesmo lugar,

  Dizendo vamos  nos amar.
Mesmo que a sociedade nos dê   molde,

Se imponha mostre que pode,

Amar se simplesmente assim,

Como é.


Hoje.

Essa impressão batendo,

Falta tempo,
Falta tempo,

Vai acabar seu tempo,a ciranda continua sozinha,

Essas vozezinhas.

Parem com esse tic tac,

Peso de vida,contida,

Minha cabeça dói ,
Minhas pernas estão sem vida,

Olha o tempo,
O tempo cansou de correr,
O filha da puta agora voa,
Voa pra à aqui,

Faz graça no agora da garça de asas abertas,

O tempo vem em mim que nem flecha.


Mas se deixo de ser alvo?

Será que o tempo mesmo vivendo no vento,

Vai me achar algum dia?

Quantas máscaras você usa para se livrar da solidão !

Eu,eu já vivo de então só e porém ,

Já tenho que viver por alguém .

Eu não sei usar pontos,nem exclamar alto o que está errado,

Ando feliz.

E felicidade é o que mais me dá medo,

Porque coração aquecido,diminuí o peso,

Você acaba flutuando,

E do alto ,
Tudo é pequeno e se caí ,






Vai acabar chorando.

Tempo passando.

Achava que estava livre dos números....

mas eles se  acostumaram e vieram  me perseguir,

eles vem de mansinho me consumindo como de costume.

Não há genialidade no tempo,

a gente enferruja por momentos.

O sempre não existe em tempo nenhum.

quero abraços espaçados que alguém me olhe de lado.


Ao mesmo tempo fico namorando a solidão, como se ela fosse minha verdadeira amiga.


vontade de fugir de mim,

de voar.

Sinto dores que crio.


mas não conte a ninguém.

Que vivo no vazio.